Concurso Geração Empreendedora – Desafio Paraná 2ª Edição

Por Empreendedorismo Rosa

Participantes do Geração Empreendedora – Desafio Paraná 2ª Edição terão acesso a capacitação em empreendedorismo e mentoria, e podem receber até R$ 7 mil para investir em seus negócios

Já estão abertas as inscrições para o concurso Geração Empreendedora – Desafio Paraná 2ª Edição. A iniciativa, uma parceria da organização social Aliança Empreendedora, com patrocínio do Governo do Estado do Paraná e da Volkswagen, vai selecionar quatro ideias de negócios ou negócios em fase inicial, formalizados ou não, de jovens entre 18 e 35 anos. Como incentivo, os participantes do Desafio poderão acessar conteúdos exclusivos de capacitação e mentoria para o desenvolvimento de seus negócios. Ao final, quatro empreendedores (um de cada categoria) recebe R$ 7 mil para iniciar ou investir em sua empresa.

Para participar, além de ter entre 18 a 35 anos e residir no Paraná, o empreendedor deve ter uma ideia de negócio ou já ter um negócio em andamento. As inscrições são gratuitas e acontecem exclusivamente pelo sitehttp://www.desafioparana.com.br/ até o dia 29/10.

O resultado final do Desafio, com o anúncio do empreendedor destaque de cada categoria, vai acontecer em dezembro numa cerimônia realizada em Curitiba. Os dez finalistas de cada categoria serão convidados a participar, e o transporte e hospedagem serão custeados pelo projeto.

Post3

Categorias

Os interessados poderão se inscrever em uma entre as quatro categorias: Ideia de Negócio (máximo de seis meses de existência), Negócio (mínimo de seis meses de existência), Negócio com Tecnologia, Negócio com Impacto Social (mínimo de seis meses de existência e que envolva algum impacto social no serviço/produto ofertado).

“Essa iniciativa foi desenvolvida com o objetivo de reconhecer histórias de jovens que por meio do empreendedorismo, estão buscando formas de geração de renda, empregos, e até melhorias sociais. Mas além de reconhecer, queremos principalmente capacitar e disponibilizar o acesso de conhecimento para os participantes”, explica a cofundadora e diretora de pesquisa e desenvolvimento da Aliança Empreendedora, Helena Casanovas Vieira.

Etapas

A seleção dos empreendedores vencedores acontece em quatro fases:

  1. Inscrições: os candidatos devem se inscrever pelo site para a 1ª Fase do Desafio. A inscrição será avaliada pela equipe do projeto. Se aprovado, o candidato passa a integrar a 2ª Fase do Desafio. Nesta fase não há limite para o número de aprovados.
  2. Capacitação on-line e desafios: os participantes aprovados deverão assistir aos doze episódios da websérie “Empreender MODO ON”, na qual terão acesso, de forma gratuita, a treinamento e informações sobre as melhores práticas de gestão para o desenvolvimento de seus negócios. Eles devem completar a capacitação respondendo a questionários sobre o conteúdo, para então receber um certificado de conclusão e confirmar a participação na próxima etapa do concurso.
  3. Encontro regional: Até 25 finalistas de cada categoria do Desafio participam do Encontro Regional, recebendo capacitação presencial da Aliança Empreendedora e fazendo uma apresentação relâmpago do seu negócio.
  4. Reconhecimento: dez finalistas de cada categoria melhores colocados na fase da avaliação e pelo júri participam, em Curitiba, de uma cerimônia de reconhecimento e do encontro final do projeto com a Aliança Empreendedora.

 

Sobre a Aliança Empreendedora

Organização social que trabalha apoiando empresas, outras organizações sociais e governos para desenvolver modelos de negócios inclusivos e projetos de apoio a microempreendedores de baixa renda. A atuação da Aliança Empreendedora amplia o acesso a conhecimento, redes, mercados e crédito aos participantes dos projetos ajudando no desenvolvimento ou na abertura de seus empreendimentos. Desde 2005, já apoiou 50 mil microempreendedores, por meio de 127 projetos e mais de 90 parceiros, gerando novas oportunidades de negócios, trabalho e renda pelo empreendedorismo, e promovendo inclusão e desenvolvimento econômico e social. No Brasil, também é membro oficial da Youth Business International e da Rede ANDE (Aspen Network of Development Enterpreneurs). Para saber mais, acesse: http://aliancaempreendedora.org.br/.

Serviço:
Geração Empreendedora – Desafio Paraná
Inscrições: 09 a 29/10
Mais informações: http://www.desafioparana.com.br/
Hashtag oficial: #desafioparana

 

Leia Mais

Livre-se do stress do dia a dia

Eliane Janiski

Você anda estressada, dolorida, travada e sabe que uma massagem resolveria todos os seus problemas?

Tudo bem, sei que você dirá que está difícil investir nisso nesses tempos de grana curta, não é? E achar alguma alma boa que queira te fazer essa caridade sem reclamar, está mais difícil ainda?

 

Fonte da Imagem: Google

Fonte da Imagem: Google

Então seus problemas acabaram!

Venha para o  evento do dia 07/10, “Pausa podeROSA: Um tempo para mim”, que te ensinarei como ser autossuficiente nessa questão com uma pROSA sobre automassagem para se livrar do estresse sozinha.

Inscreva-se: https://www.sympla.com.br/pausa-poderosa-um-tempo-para-mim–outubro-rosa__192001

 

Leia Mais

Pausa nos negócios para tomar um CHÁ

Por Luciana Maíra

 

Você já ouviu falar em tea maker, cafeteira francesa, cold brew, ponto das bolhas da água? Calma tudo isso está no mundo dos chás, surpreendente não?

Sim, o chá é muito mais que água quente e um sachê. Mas você deve estar pensando: ” Mas está calor, não tomo chá no verão!”

No evento “Pausa podeROSA: UM TEMPO PARA MIM!”, te ensinarei  que não é só de chá quente que a gente vive, o chá gelado é tão bom quanto o quentinho e podemos prepará-lo de diferentes formas!

Fonte da Imagem: Fuxicando Artes ( https://www.facebook.com/fuxicandosobreartes/)

Fonte da Imagem: Fuxicando Artes  https://www.facebook.com/fuxicandosobreartes/

Vem que a Chá Contigo vai te contar tudinho!

Inscreva-se e faça parte de nosso evento, no próximo dia 07/10, aqui: https://www.sympla.com.br/pausa-poderosa-um-tempo-para-mim–outubro-rosa__192001

Leia Mais

Criatividade na prática: use e abuse da SUA

Por Empreendedorismo Rosa

Quando se fala em criatividade, tende-se a pensar que uma pessoa criativa é um artista, um músico, um ator, um inventor. Isso na verdade é um preconceito.

Todas as pessoas são criativas! É uma habilidade humana que pode estar mais ou menos desenvolvida. Existem técnicas para despertar a nossa criatividade e fazê-la florescer.

Elizabeth Gilbert, por exemplo, autora de diversos livros (dentre eles, Comer, Rezar, Amar) relata que, de vez em quando, também precisa estimular sua criatividade. E para ela funciona tomar um banho demorado, organizar seu espaço de trabalho deixando-o limpo e aconchegante e acender uma vela perfumada.

É preciso reconhecer e valorizar o seu Eu Criativo.

Se você quer saber mais sobre técnicas para estimular a criatividade, não perca esta pROSA com Babi Stainsack da Mel e Limonada, no evento Eu Feliz – 2º Edição.

Inscreva-se: https://www.sympla.com.br/eu-feliz—2a-edicao__182875  e vem ser FELIZ com a gente!

Fonte da Imagem: Paula Soares

Fonte da Imagem: Paula Soares

Leia Mais

Desenvolva um olhar observador sobre as tendências do mercado

Por Empreendedorismo Rosa
O que estamos fazendo? O que acontece agora? O mundo vai continuar mudando nessa velocidade?
Perceber determinados movimentos sociais e entender por que eles acontecem de tal forma é o pontapé inicial para desenvolver um olhar mais analítico e investigativo sobre o futuro. Observando os padrões comportamentais, aguça-se o olhar para os sinais das próximas tendências.

 

Fonte da Imagem: Empreendedorismo Rosa

Fonte da Imagem: Empreendedorismo Rosa

Na próxima semana teremos o WORKSHOP: OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS

Participando deste workshop, você aprenderá a desenvolver o olhar observador e a identificar para quais macrotendências os sinais apontam. Além disso, irá aumentar a compreensão dos comportamentos sociais e emocionais e aprenderá a interpretar alguns dos diferentes cenários e momentos vivenciados no mundo.

A QUEM SE DESTINA:

Este workshop foi elaborado para as pessoas que querem desenvolver uma melhor compreensão dos padrões e comportamentos sociais como sinais que levam às tendências de mercado e àqueles que desejam materializar tais percepções em seu trabalho ou modelo de negócio.

O Observatório de Tendências baseia-se nos principais conceitos e teorias atuais referentes ao estudo das Tendências.

QUANDO:
Dias 21, 23 e 25 de Agosto | Das 19h às 22h.
Onde: Empreendedorismo Rosa | Rua: 7 de abril, 1181 – Curitiba.
Inscreva-se AQUI

FACILITADORAS:

Babi Stainsack: Empreendedora, formada em Gestão da Informação pela UFPR, pós-graduada nas áreas de Tecnologia de Software e Desenvolvimento Gerencial. Como está sempre em busca de novas tendências, resolveu se reinventar e agora também é formada em Design de Interiores.

Com esta formação multidisciplinar e experiências de trabalho sempre voltadas à estruturação de novos negócios, deseja dividir com mais pessoas o que aprendeu, porque acredita que tirar o véu do mistério e passar a perceber para onde o mundo anda pode mudar a forma como fazemos nossas escolhas e o planejamento de nossas vidas e de nossos trabalhos.

Juliana Camargo: Empreendedora, Consultora, Publicitária e Especialista em Marketing. Possui vivência de mais de 10 anos nas áreas de Marketing e Comunicação. Além de aprimorar seus conhecimentos profissionais, dedica-se a assuntos como autoconhecimento, tendências, branding, comunicação, marketing digital, empreendedorismo, liderança e empoderamento feminino.

Sobre a ENTONCES:

Criada por Babi e Juliana, a Entonces vem alimentar os debates sobre Tendências de Consumo, Design, Comunicação, Negócios, Inovação e Criatividade, através de Consultoria e Treinamentos.

Puxe sua cadeira e faça parte dessa conversa!

Queremos muito que você tenha um olhar observador para as Tendências!

Leia Mais

A liberdade mora ao lado da insatisfação

Por Bárbara Stainsack

Estamos confusos. Nunca tivemos tanta liberdade e nunca estivemos tão presos. Nossos pais e muito menos nossos avós não conseguiriam ter a menor noção do tamanho do poder que teríamos sobre nossas próprias vidas.

Mesmo diante desta nova realidade, ainda não sabemos como ser e viver livres, muito menos em harmonia com nossos iguais. Repetimos modelos e padrões, inconsciente ou conscientemente, porque para sermos verdadeiramente livres, a nossa liberdade primeiramente tem que habitar o lado de dentro.

Essa liberdade só passará a coexistir com todas as nossas incoerências e contradições quando estas forem questionadas e colocadas em cheque por quem as construiu e as alimenta: nós mesmas.

Fonte da Imagem: Jornal Opção

                                                           Fonte da Imagem: Jornal Opção

 

Deixo de ser livre quando minhas atitudes e palavras estão embasadas no que minha família e meus amigos esperariam que eu fizesse ou dissesse.

Deixo de ser livre quando faço escolhas tendo por princípio o que religiões pregam que eu devo fazer ou deixar de fazer. Deixo de ser livre quando olho, percebo ou falo sobre meu corpo (com todas as suas partes, físicas e não físicas) e sinto qualquer coisa que não seja boa a respeito. De maneira nenhuma estou dizendo que a nossa vontade não possa ser a mesma que estas apresentadas por outras esferas de nosso existir, pelo contrário, quando são compatíveis encontramos plenitude e realização.

Tudo o que me traz raiva, revolta ou necessidade de ofender e deixar minha opinião prevalecer sobre a do outro representa algo que não está bem resolvido dentro de mim mesma: só posso ser livre para com os outros se eu já estiver livre dentro de mim mesma. Livre de desconfortos, livre de julgamentos, livre de ideias pré-concebidas, livre de cobranças. A minha liberdade só pode existir quando permito ao outro ser quem ele é, mesmo que isso não seja aquilo que eu desejo, até porque aquilo que eu não consigo conceber que possa existir pode me trazer uma visão de mundo e de mim mesma ainda melhor.

Você é livre? Considere que sim se você sente que está satisfeita, realizada e entusiasmada (e não somente confortável) em ser quem você é. Considere que sim se você reconhece e agradece a perfeição e a saúde de seu corpo, sem tabus ou autocríticas. Considere que sim se o que você faz te deixa feliz e não prejudica ninguém. Considere que sim se o que os outros falam ou demonstram não abala sua estrutura.

Já se qualquer ação externa tiver o poder de trazer de dentro de você os piores sentimentos, se você se sente menos ou mais que qualquer outro ser humano seja por qual motivo for (cor de pele, gênero, quantidade de dinheiro no banco, profissão), se você se sente no direito de julgar negativamente com pensamentos e palavras uma caminhada que não seja a sua, considere fortemente questionar o seu próprio conceito de liberdade. Talvez este seja um exercício de uma vida toda.

 

Leia Mais