Empreendedora das Letras: Annita Phillipowski

Por Paulo Roberto Karam

Mais uma poetisa nos é apresentada pelo nosso colunista Paulo Roberto Karam, hoje é a vez de Annita Phillipowski

O segundo período das nossas letras femininas, iniciando em 1910 engloba as mulheres engajadas nas lutas pela liberação feminina e melhoria de seu status social e econômico. Essas pioneiras, tendo como modelo as feministas europeias, labutaram principalmente na Imprensa, com poesias, contos e outros textos importantes.

Os nomes imortais de Mariana Coelho, Zaida Zardo, Annete Macedo, Julia Wanderlei e Anita Phillipowski se sobressaem no cenário paranaense como militantes, “animadoras da cultura”, modificadoras da legislação e costumes vigentes.

Annita Phillipowski nasceu em Ponta Grossa em 2 de agosto de 1886. Filha de Carlos Leopoldo Phillipowski e de Maria do Nascimento Branco Philipowski, esta natural de Sorocaba – SP e casados em Ponta Grossa na matriz de Santa Ana em 5 de fevereiro de 1880. A educação dos filhos foi na fazenda, se efetivando com professores particulares contratados, geralmente estrangeiros, que passavam a residir na fazenda.

O currículo dava ênfase às artes (música e pintura), ao ensino das línguas (Alemão e Frances) assim como leituras de literatos da época, José de Alencar, Machado de Assis, Rimbaud e Baudelaire, Victor Hugo que foram as influências fundamentas da poesia e prosa de Anita.

Poetisa, prosadora, contista, novelista, fez parte do grupo das primeiras animadoras das letras femininas no Paraná. Destruiu quase todas as suas produções literárias, entre as quais existiam várias novelas inéditas. Os poucos poemas que conseguimos dão ideia da força e da beleza dos seus versos. Colaborou em jornais e revistas, principalmente no período de 1910 – 1940: A Bomba, Diário da Tarde, Fanal, Revista do Povo, Ilustração Paranaense, Prata da Casa Curitiba, Folha Rósea (Ponta Grossa), Correio de Botucatu, Diário de Sorocaba – SP e outros. Faleceu em Ponta Grossa em 30 de março de 1967.

 

rosa

 

O Soldado que Não Voltou

 

Era um muro todo fechado

e aqui e ali esborcinado

de tão antigo que mostrava ser.

E no lanço dessa vedação

estendia seus galhos e suas flores

uma rósea rosa trepadeira.

 

Daquela avoenga mansão

tão espaçosa quanto hospitaleira

era uma das coisas mais bonitas

esse muro vestido de roseira.

 

E nessa vetusta habitação

Centenária. Cheia de poesia.

Era ali que com meus pais residia.

Um soldado ora na guerra,

oficial era. Posto de Tenente

e tinha por nome Aristeu

 

E mais, nesse dia alguém ouviu.

Estava cheia de flor…Nesse dia

veio uma nova para o solar.

 

Há notícias que vem envoltas em crepe.

Tem a gente, ao receber, essa impressão.

 

Rachou-se a frente do casarão.

Dó.

E mais, nesse dia alguém ouviu

a mãe do Expedicionário soluçar:

– Deus!…Meu Deus!… Era só ele!

Perdão, Senhor!

Eu tinha um filho só!

 

E agora…

No seu consolo o galgo malhado

que tinha sido o enlevo do soldado

uiva baixinho em tom magoado.

Volvendo o seu dorido olhar,

para cima, para a região azul,

onde os que morrem pela Pátria vão morar,

a saudade ali está. Chora, parece

nos olhos do fiel animal.

 

E é como coisa

que chorasse a reclamar humildemente

– Aristeu!

Onde está você, Aristeu?

E mais, agora

de tanta flor aberta que tem,

a roseira, todinha cor de rosa,

sorri um sorriso dessa cor

e, não podendo enviar suas flores

para o cemitério de Pistoia,

manda um róseo sorriso para o Céu.” Anita Phillipowski – Um Século de Poesia

                                                                            Centro Feminino Paraense de Cultura 1959 (1953)

 

Leia Mais

Leitura com pROSA : Faça parte!

Por Empreendedorismo Rosa

Está esperando o que para adquirir seu livro da “Leitura com Prosa” – Empreendedorismo Rosa de abril? Nesta ocasião celebraremos os 2 anos deste projeto que vem empoderando mais mulheres através da leitura.

O livro que brindará este momento será, “O Futuro É… Viajar, Malhar, Estudar, Namorar e Investir!” da podeROSA jornalista, Mara Luquet.
pppleitura_com_prosa_abril

 

A afirmação no título deste livro – o futuro não será, ele é – revela a criatividade e o espírito inovador de Mara Luquet. Nenhuma surpresa para quem a conhece, pela mídia ou pessoalmente. Mara é visionária, inquieta, uma profissional que, com grande competência, transmite conceitos complexos com leveza e carisma.

Neste livro, ela elabora com maestria três mensagens essenciais para quem quer bem usufruir da “revolução da longevidade”:

• Sem dúvida é melhor envelhecer com qualidade a morrer cedo.

• É indispensável adotar uma perspectiva de curso de vida: quanto mais cedo nos prepararmos para bem envelhecer, melhor – porém, nunca é tarde demais.

• A longevidade que alcançamos demanda o acúmulo de quatro capitais: o da saúde (todos querem envelhecer com saúde, mas para isso é preciso investir nela); o financeiro (dinheiro não é tudo, mas, claro, facilita a vida); o de conhecimentos (adotando uma atitude de aprendizagem ao longo da vida) e o capital social (afinal, um dia, pode ser que precisemos de alguém que cuide de nós).

Do acúmulo desses quatro capitais depende nossa resiliência – dispor de reservas para reagir positivamente aos desafios da vida, adaptando-se a eles e, no processo, deles tirando lições. Com a revolução da longevidade, a vida deixou de ser uma corrida de cem metros para se tornar uma maratona. E, para chegar bem ao final, a própria Mara nos ensina: é preciso ter estratégias, preparo, resistência e superação.

Livros á venda no Empreendedorismo Rosa, se quiser reservar o seu, escreva para contato@empreendedorismorosa.com.br

 Bilheteria + livro : R$ 600,00 – dia 27.04 das 19h às 22h, no Espaço Adelina Hess/Empreendedorismo Rosa, na Rua 7 de abril ,1181, Juvevê, Curitiba- Paraná

Esperamos por você!

Leia Mais

Presente de NATAL? Dê um livro!

Entre os dias 10 à 18 de dezembro, das 12h às 20h, vai rolar o Bazar de Natal das podeROSAS no espaço Adelina Hess.
Uma ação conjunta do Empreendedorismo Rosa Le Mundi Livroteca & Café Terapêutico e Casa Máy – Aromaterapia e Vida Natural.

Você poderá comprar de quem faz e de quem representa marcas que vem fazendo a diferença no mundo empreendedor. Muitos produtos de qualidade e preço justo para presentear neste NATAL.

Os Livros da Leitura com pROSA estarão à venda com preço super especial, venha!

Fonte da Imagem: Estudio Trevisart

 

Ficamos na Rua 7 de abril, 1181 – Juvevê – Curitiba – Paraná

Entrada Gratuita!

Leia Mais

Bazar de Desapego Literário

Por Empreendedorismo Rosa

Acontece hoje o Bazar de Desapego Literário no Espaço Adelina Hess, uma ação conjunta do Empreendedorismo Rosa, Casa Máy e  Le Mundi Livroteca Café em Curitiba.

Fonte da Imagem: Blog Mundo em Pensamentos.

Fonte da Imagem: Blog Mundo em Pensamentos.

(mais…)

Leia Mais

Leitura com pROSA de Novembro: VEM!

Por Empreendedorismo Rosa

Arianna Huffington criadora do The Huffington Post, um portal de notícias e agregador de blogs escreveu o livro “A Terceira Medida do Sucesso” após um episódio em que teve um quadro de exaustão e falta de sono. Ela estava trabalhando muito por conta do site e desmaiou em sua própria casa, acordando deitada em uma poça de sangue .

A partir disso, ela começou a analisar o estilo de vida que levava e de que forma isso a prejudicava. Então, ao longo de todo o livro ela vai falar sobre a tal terceira medida do sucesso.

terceira

 

O livro fala sobre nossa relação com o tempo, produtividade, meditação, , autocrítica e relacionamento com o outro.

Compre seu ingresso na Le Mundi Livroteca & Café Terapêutico e venha participar de nossa última Leitura com pROSA de 2015.

Bilheteria: R$ 80,00 ( evento + coffee + livro)

 

 

Leia Mais

Leitura com pROSA de Outubro: VEM!

O livro escolhido para o mês de outubro é ” O que as Mulheres Querem” do autor Paco Underhill que  escreve sobre a crescente importância das mulheres em todos os mercados – aquilo que torna a embalagem, o produto, o espaço ou serviço “simpático às mulheres”.

Underhill nos leva a um passeio pelos mercados mundiais com observações perspicazes e aplicações práticas para ajudar a todos em sua adaptação às novas realidades.

 

PAco

 

À medida que muitas mulheres se tornam mais ricas, mais poderosas e mais independentes, as escolhas e preferências delas transformam o ambiente comercial de diversas maneiras importantes, do carro que dirigimos à comida que comemos; de como compramos e suprimos nossas casas a como jogamos, brincamos e utilizamos a internet. Em resumo, como gastamos nosso tempo e nosso dinheiro.

Com o mesmo estilo e humor que tornou seus livros anteriores universalmente atrativos, Underhill examina como as mulheres passam de donas de casa a proprietárias delas. Como a academia de ginástica doméstica e o escritório em casa estão ligados ao movimento da saúde da mulher e aos negócios com sedes nos lares. Saiba porque a geladeira venceu o fogão como eletrodoméstico fundamental; como grande cadeias de hotéis do mundo redesenhou seus quartos e serviços para a hóspede executiva; por que alguns shoppings centers , atraentes para as mulheres, estão obtendo êxito, enquanto outros fracassam; o que as mulheres buscam on-line e por que alguns sites de varejo, como a Amazon, atraem-nas enquanto outros as afastam.

A leitura acontece na última 5a feira do mês, 29/10 das 18h30 às 22h. Adquira seu livro e ingresso na Le Mundi Livroteca & Café no valor de R$ 80,00.

Informações: contato@empreendedorismosrosa.com.br

(mais…)

Leia Mais