Leitura com pROSA: “O Olhar Feminino”

Por Vânia Oliva

O livro do publicitário Ricardo Lordes, presidente e diretor da agência Pátria, que produziu campanhas publicitárias de grandes marcas e empresas, descreve seu percurso para atingir um público muito especial: a mulher.

Compreender como as mulheres pensam e se relacionam com certos produtos e marcas, assim como funciona seu padrão de consumo, foi o diferencial para o sucesso de campanhas como da Natura (Mamãe e Bebê e Chronos), Disney, Roche, Bosch, Continental e Contigo, entre outras tantas.

Fonte: Pátria Comunicação

O autor admite que embora tivesse vasto conhecimento na publicidade, pouco sabia sobre as mulheres. Este foi o grande diferencial para Ricardo, que se colocou a “ouvir” e a “olhar” as mulheres e descobriu que elas falam muitas vezes por enigmas, nas entrelinhas e principalmente quando se calam.

Sua sensibilidade e curiosidade permitiu ampliar o seu entendimento da alma feminina e construir campanhas que produziram grandes efeitos e sucesso. Saber sobre o que as mulheres falam, como se percebem e como lidam com o mundo ao seu redor tirou-o da ignorância e o levou a uma compreensão possível, mas não global, das mulheres.

Sabemos que até Freud admitiu ter fracassado em descobrir o que quer a mulher. Este parece ser um enigma que persiste até os dias atuais e desafia homens e mulheres, mas, sem dúvida, é um desafio que vale a pena! Afinal, o que quer você, mulher?

0 Comentário

  1. adrianakmiec@gmail.com'
    adriana Magnuski Kmiec 5 de março de 2014 10:09 Responder

    A mulher espera apenas ser aceita e respeitada exatamente como é. ..complexa, cheia de defeitos e fraquezas. Mas também por ser inteligente, sensível, protetora, e outros tantos adjetivos que podem ser aplicados à sua figura. Ela não deseja competir com o homem, ser mais ou ser menos do que ele. Ela deseja que se complementem, que vivam e trabalhem pelos objetivos comuns. Mulheres e homens são seres diferentes em sua essência. Não cabe aqui a competição. É isso que a mulher quer : ser aceita e respeitada pelo que é! Simples assim!

      • colunistasrosa@gmail.com'
        Vânia Oliva 5 de março de 2014 20:31 Responder

        Oi Adriana,
        Obrigada pela sua contribuição enriquecedora. Nós mulheres somos únicas com nossas múltiplas formas.

        Abraço,
        Vânia Oliva

      Deixe um Comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      *

      onze − 8 =