Como funcionam as redes sociais

Taty Verri

Estar presente nas redes sociais não é um diferencial a algum tempo, se comunicar através delas hoje é imprescindível. Mas, não basta estar na rede só por estar, você tem que saber qual é o seu objetivo, a proposta de cada rede social e conhecer bem seu público.

Assim como para qualquer trabalho, para criar e manter um canal de comunicação nas redes sociais é preciso planejamento estratégico. Conhecer a fundo o seu negócio, o seu público e a rede em questão. Você não precisa participar de todas as redes disponíveis, mas precisa estar 100% naquelas que mais fazem sentido para o seu negócio.

Fonte da Imagem: Google

Fonte da Imagem: Google

Cada rede social tem sua proposta, seu público e sua forma de interagir, encontrar quais se encaixam com seu perfil/empresa e encontrar a melhor forma de utiliza-las é o que vai garantir que sua presença no mundo digital seja produtiva e gere resultados. Vamos a um resuminho das redes mais famosas:

– Facebook: é com certeza o mais popular, aqui no Brasil 90% da população com acesso à internet está no Facebook. É importante saber que o algoritmo do Facebook mostra aos usuários o que ele julga ser mais importante, com base no hábito de uso da própria pessoa, e negativa spammers, isso reforça a máxima: gere conteúdo relevante! Qualidade é superior a quantidade.

– Instagram: também muito popular e continua crescendo, o Brasil é o segundo país com maior público, ficando atrás somente do EUA. O Instagram tem foco no mobile e no público jovem, podemos dizer que é uma rede mais para branding do que para gerar tráfego, tanto que os links não funcionam em postagens. Com o stories, o Instagram recuperou a força com o público 25+

– Linkedin: foco total no profissional. Foi pensado para o network e conhecimentos que agreguem valor profissional. É ideal parar gerar leads qualificados e para a comunicação B2B.

– Twitter: o mais ágil e uma ótima rede para gerar tráfego e relacionamento com a audiência. O twitter é imediatista e explora os fatos em tempo real. É a rede com maior volume de conteúdo, cerca de 350mil tweets são publicados por minuto. Além disso, é a “segunda tela” oficial dos usuários, muitos costumam twittar sobre programas que estão assistindo por exemplo.

– Snapchat: muito entre os adolescents e jovens, perdeu um pouco de força com o público 25+ quando o Instagram colocou no ar o stories, mas tem boa penetração com os mais jovens. É uma rede rápida e visa o não acumulo de informação, as postagens públicas se apagam em 24horas.

Essas são algumas das redes sociais que podemos utilizar, mas existem outras que também podem ou não serem importantes para a comunicação, como o Pinterest, Google+, Youtube e até mesmo o Whatsapp (sim, nem Youtube nem o Whataspp são uma rede social como estamos acostumados, mas ambas podem fazer parte da sua estratégia de comunicação)

Com esta informação em mãos, agora é hora de  montar a estratégia para melhorar suas redes sociais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

1 × três =