Empreendedorismo,tecnologia,vendas,cliente: Tudo junto misturado!

Por Taty Verri

 

Na última semana aconteceu o Vtex Day, maior evento de venda multicanal da América Latina e traz inúmeras novidades sobre empreendedorismo, e-commerce, logística e marketing. Dentre os palestrantes pudemos ouvir Luiza Trajano (Magazine Luiza), Bruce Dickson (Iron Maiden), Marc Randolph (Netflix) e muitos outros. Vamos compartilhar aqui um pouco do que vimos e tentar trazer para o nosso universo.

Falando de empreendedorismo, a afirmação do Marc Randolph resume bem o que precisamos internalizar para nós quanto empreendedores: “Você não precisa de especialização técnica para empreender, você precisa de tolerância para correr riscos e ter uma ideia. Mas também é preciso ter sorte.” Marc Randolph (Netflix). Assim como muitos, Marc e seu sócio começaram pequenos, em 1997, e não imaginavam estar desse tamanho hoje. Mas ele arriscou, pensou à frente, antecipou nossas “necessidades” e quando a sorte bateu a porta ele estava preparado para conquistar seu espaço. Então, entre muitas coisas que foram faladas por diversos palestrantes, ARRISQUE-SE, ninguém sabe de nada até que a coisa realmente caminhe. Pesquisas podem te dar uma ideia, mas não são definitivas pois o mundo está em movimento e é preciso assumir o risco.

Fonte da Imagem: Instagram

                                 Fonte da Imagem: Instagram

 

Quando se está empreendendo, ou querendo empreender, é preciso testar suas possibilidades e negócio, é o que chamam de “validation hacking”. Antes de se preocupar em ter uma estrutura completa, teste seu negócio com o que tem em mãos, use as ferramentas frees que o mercado te oferece e teste a viabilidade do seu negócio.

O Vtex Day é um evento grande, então muitos temas eram gigantes, como a internacionalização de empresas. Não que não possamos pensar nisso, mas vamos com calma para não nos desmotivar. Vamos falar aqui dos 3 passos mais citados pelos palestrantes nesse processo e queremos propor para que pense em seu universo como isso seria.

  • Analise onde está seu potencial cliente, procure por regiões que busque por temas relacionados ao seu negócio (é possível usar o Google Trends para isso);
  • Estudo muito bem o local, qual sua cultura, clima, pessoas, governo, impostos. Se adapte ao mercado que está ingressando, mas não deixe sua essência de lado;
  • Seja obcecado pelo cliente, melhore a experiência do usuário sempre. Tenha habilidade de se adaptar rápido e constantemente para continuar e contato com seu cliente.

 

Esse último ponto, cliente, é uma das bases nesse mercado digital. A experiência do usuário é tudo, então foque em sempre melhorá-la. Como disse a Luiza Trajano (Magazine Luiza): “Cliente de internet é o mesmo do físico, ele quer atenção, quer ter uma boa experiência de compra”. Pensando nisso e unindo a tecnologia

Dentre os temas mais abordados está, com toda certeza, o omnichannel. Mas, o que é Omnichannel? Resumidamente, é ter toda a comunicação com o cliente de forma integrada entre as plataformas e a integração entre lojas físicas e virtuais para melhor atender ao consumidor, explorando todas as possibilidades de interação com ele, oferecendo uma experiência de compra satisfatória. O cliente precisa ter a resposta que ele quer independente da ferramenta que estiver usando e, se você tem um espaço físico, a boa experiência que ele tem em um canal deverá ter no outro.

Com relação a tecnologia é claro que temos muitas novidades e que precisam inserir no nosso negócio, ou ao menos ficarmos atentos para um dia integrarmos. Gestão de leads, logística, gestão de site, realidade aumentada, impressões 3D e muitas outras coisas que podem gerar um novo texto.

Todos os temas abordados têm sim a tecnologia envolvida, mas mais do que isso, visam que melhoremos a experiência de nossos clientes para gerarmos mais vendas, independente se o meio é físico ou digital. E fazer com que esses clientes continuem comprando de você, é mais “barato” manter um cliente engajado do que conquistar novos. Por isso gere relacionamento real com seus consumidores para que eles permaneçam consumindo da sua marca. Clientes se tornam fiéis quando há relacionamento, quando se identificam com a marca, por isso a linguagem e objetivos da sua empresa precisam ficar bem claros e condizente com seu público. Uma frase do Bruce Dickson (Iron Maiden) resume bem o que desejar dos clientes: “Odeio consumidor pois não há relacionamento com eles, por isso tenha fãs”.

Até 2019, VTEXDAY com mais aprendizagens e inovação!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

2 × quatro =