Entrevista – Cristina Franco

O que era pra ser uma entrevista virou um agradável bate-papo entre a nossa diretora de comunicação Lênia Luz e a Presidente da Associação Brasileira de Franchising, Cristina Franco.  Um olhar objetivo, sem deixar de ser afetivo, sobre a vida pessoal e a carreira profissional.

Cristina Franco, muito obrigada por sua generosidade em compartilhar um pouco de sua trajetória inspiradora com o Empreendedorismo Rosa.

Fonte da imagem: Divulgação

ER. Quais características você considera essencial para ser uma empreendedora de sucesso no Mundo das Franquias?
Desenvolver habilidades e competências femininas que são tão inerentes a nossa natureza, através da busca de informação, formação pessoal e profissional. Uma em- preendedora precisa desenvolver sua liderança para que seus liderados se apaixonem pelo empreendimento tanto quanto ela é apaixonada.

ER. Qual foi o maior desafio encontrado até hoje como empreendedora/intraempreendedora?
Meu maior desafio foi saber fazer escolhas. Um exemplo: escolhi que teria apenas um filho para poder seguir com minha caminhada profissional sem culpa e certa do que escolhi para mim. Sabendo que sou uma pessoa inquieta e cheia de novas ideias para colocar em prática.

ER. Estar a frente da Associação  Brasileira de Franchising  traz a você que tipos de desafios pessoais e profissionais?
O fato de me sentir preparada me dá a certeza de que posso enfrentá-los e também por isso me capacito cada dia mais. Mas sem dúvida os meus desafios são manter o crescimento do segmento em dois dígitos e fazer com que o franchising brasileiro siga crescendo mais com qualificação. Treinar, treinar e treinar é a palavra de ordem.

ER. Quem foi, ou é, seu grande influenciador (a/mentor)?
Sem dúvida minha família, meu pai e minha mãe que me ensinaram valores como honestidade e caráter acima de tudo. A uma frase que aprendi com eles que norteia minhas condutas: ” Não pegue do outro sem autorização o que não cabe no seu olho.”
E como inspiração no campo dos negócios são:  Jack Welch (da GE) e a trajetória da Apple.

ER. E a mulher que deseja iniciar um empreendimento através do modelo de franquias, além do aporte R$ quais cuidados ela deve tomar?
Resiliência – momentos difíceis virão, seja comprando uma franquia de uma rede exitosa ou de uma nova marca, é muito importante desenvolver a resiliência. Saber absorver as dificuldades, passar por cima delas e seguir em frente.

ER. R. Como administra seu tempo trabalho e família?
Dirijo uma unidade de negócios no Grupo Multi, sou sócia de uma startup com meu filho e sou esposa. Minha agenda está sempre cheia, mas encontro tempo para o pilates, namorar com meu marido, para cuidar de minha alimentação, apreciar um bom vinho, sair com meu filho para conversar sobre negócios e amores, ter tempo com meus pais no almoço de domingo em família. Não podemos esquecer de honrar o ninho, pois sempre é para ele que voltamos. É fundamental que tenhamos uma organização holística sobre a administração de nosso tempo. E se tivermos dificuldade que busquemos ajuda seja de um coaching, de um terapeuta ou de uma amiga.

ER. Quais mulheres no Mundo das Franquias você tem como referência em comportamento empreendedor de sucesso?
Fátima Rocha, por sua competência e sua pegada feminina na vida e nos negócios; Rita de Cassia Polli (do Big X Picanha) e Carla Sarni (da Sorridents).  Como consultoras Filomena Garcia e Ana Vecchi; e na área jurídica, Melitha Novoa Prado.

ER.Se pudesse escolher uma única lição para deixar as leitoras do Empreendedorismo Rosa, qual seria?
Sigam em frente!

0 Comentário

  1. anabartholo@gmail.com'
    Ana Luisa Bartholo 27 de março de 2013 17:15 Responder

    Excelente entrevista! Ótimas dicas para mulheres que pensam em ter sua franquia!

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    nove + onze =