Mudanças são necessárias para nosso crescimento pessoal e profissional

Por Lênia Luz

E a gente planeja, organiza, sonha e vem a vida e diz: ” Pode parar tudo, que eu tenho novidades para você!”  

Começo o mês de maio compartilhando 3 histórias que me levaram a mudanças, que não estavam no meu planejamento pessoal e profissional.

Cena 1: Sou comunicada que teremos que mudar de endereço comercial, em um espaço que estou há quase 3 anos e o prazo é de 2 meses para a mudança. UAU! Mas como assim? Estava tudo certo para seguirmos até dezembro. Bateu aquele desconforto e uma ansiedade monstra, pois estava tudo planejado, alinhado e de repente BUM, mudou tudo.

Cena 2: Iniciei um processo de atividade física desde novembro do ano passado, mas que estava dando conta este ano, através do grupo Corre Guria. Estava no começo de março correndo 3km e me sentindo uma “atleta” com o feito. Vejam meu post compartilhando esta pROSA, aqui. Porém comecei a sentir um mal estar corporal, como que se fosse sempre gripar ou como se estivesse em uma TPM contínua, com dores no corpo e muito suor, fora das atividades físicas. Pois bem, fui ao médico e depois de uma bateria de exames e com resultados todos alterados, me vi com o diagnóstico de uma tireoidite que está agora sendo observada e tratada. E por hora, proibida de correr.

Cena 3: Daniel, meu filho, saindo de casa. Um desejo dele compartilhado há 2 anos atrás em uma conversa familiar, e os 2 anos passaram e ele VOOU. Super apoiei, orientei, acolhi. Mas o dia oficial da saída, desabei. Sim, sou humana e sou mãe.

 

AleManchini__CafecomProsa19.04_BR_115

Fonte da Imagem: Alexsandra Manchini

Lições aprendidas nestas 3 situações:

Cena 1: Viva o planejamento! Pois sem ele, em uma hora como esta, seria muito mais difícil me reorganizar. O que vai mudar com esta alteração de percurso? A agenda e o endereço, mas não o objetivo traçado a partir do planejamento feito em outubro do ano passado.  Não sou a favor de ficarmos escravos de um planejamento, mas se temos um, sustos e alterações como estes são amparados pelo mesmo, dando maior chance de acertos do que de erros. Que venha a mudança! ( em breve comunicaremos nosso novo endereço)

Cena 2:. Não faça atividades físicas antes de fazer seus exames médicos. Não se deixe em segundo plano, para não ir mais cedo do que queira, para um “outro plano”.  Cuidar de minha energia é essencial para meu empreender. Hora de retomar as minhas prioridades e por fim é preciso saber viver .

Cena 3:  Foram dias de organização e reorganização interna e externa, para ele e para mim. Aquela sensação de ” parece que foi ontem que ele nasceu” e foi mesmo. Vivemos um mundo de coisas juntos, aprendemos e ensinamos um ao outro. Crescemos como mãe e filho. Como seres humanos aprendemos com nossas diferenças, extraímos o nosso melhor para que nossa relação fosse sempre pautada na transparência. Mas os filhos são criados para terem seu vôo solo e ele saiu para o dele. Deixou no nosso ninho um tantinho da ausência, mas um tantão de sua alegria amorosa sempre presente.  Entreguei ao mundo um homem do bem, de coração puro, cabeça boa, alegria contagiante, comprometimento consigo e com os outros, amigo para todas as horas, empático com a humanidade, solidário e que lava uma louça como ninguém. A dor sentida, dele e minha, é a dor do crescimento. Ele cresce com este novo passo e eu cresço também. 

E você? Quais lições tem tirado das mudanças que tem aparecido em seu caminho? Está por aí lamentando ou fazendo algo positivo com estas surpresas que a vida nos reserva?

No próximo dia 12/05 celebro 6 anos do Empreendedorismo Rosa, e nestes anos vivi inúmeras mudanças. Elas forjaram meu caráter, minha maneira de encarar a vida empreendedora e a minha própria vida. Mudar dói, mas é uma dor necessária para que novas e boas coisas surjam nesta caminhada linda que é a vida.

Deixo um presentinho para você, que nos acompanha. Baixe nosso EBOOK , Viver e Empreender para te inspirar e fortalecer em suas escolhas Acesse: http://pinkmentoring.com.br/

Desejo a você que me lê, um MAIO repleto de conquistas e se as mudanças te surpreenderem, faça delas uma virada positiva para seu fazer acontecer.

Feliz MAIO!

 

3 Comentário

  1. elmarti3@gmail.com'
    Elena Martinis 2 de maio de 2018 12:25 Responder

    Oi Lênia! Me identifiquei muito com a situação n. 2. No final do ano passado, eu cheia de trabalho e de planos, me vi com um problema de saúde que me reduziu a mobilidade e me fez ficar em casa por cinco semanas.
    Esta situação me fez rever minhas prioridades e agora estou muito mais focada.
    Grande abraço,
    Elena Martinis

    • Cidade: Rio de Janeiro
  2. andressa@arsadvogada.com.br'
    Andressa Ramos dos Santos 2 de maio de 2018 13:41 Responder

    Minhas lições são o amadurecimento. Há 4 anos quando sai de casa da minha mãe e assumi o papel de pagar todas as contas de uma casa, comprar comida, etc… descobri que eu não precisava de muito para sobreviver, porém ter acolhimento e apoio é fundamental para determinar as condições necessárias para que cada ser humano atinja a sua satisfação pessoal e profissional. Aprendi a fazer a gestão da casa. Com isto lido com mais consciência para gerir meu negócio e minha vida. E, claro, fazer parte da Confraria Rosa é vida!!!

    • Cidade: Curitiba
  3. dwpadilha@gmail.com'
    Denise 2 de maio de 2018 17:36 Responder

    Mudar dói! Parar ou continuar dói! Partir ou deixar ir…dói.Putz e aí como ficamos? Ficamos fortalecidas.
    Descobri que a dor do crescimento não acontece só na adolescência e quer saber? Fiquei feliz por demais com isso.
    Somos jovens, só que há mais tempo, né?
    Já baixei o presentinho e agradeço por compartilharmos nossas experiências de Vida.
    Denise Padilha

    • Cidade: Curitiba

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

17 − um =