Que estilo a sua imagem pessoal tem comunicado sobre você?

Com a crescente proliferação de blogs de moda ditando o certo e errado, o look do dia, entre outras tendências, percebo que as pessoas recorrem a essas alternativas na busca de transmitirem algo que nem elas mesmas sabem o que de fato querem transmitir. Esquecem, muitas vezes, que cada pessoa tem e pode transmitir seu próprio estilo. E quando você se torna vítima da moda, seja ela qual for, pode não estar vivendo a sua vida, mas sim expondo sua identidade de maneira incorreta, causando uma impressão deturpada sobre si mesma. Usar o blog para inspirar-se e informar-se é uma coisa, seguir e vestir-se igual a uma it girl ou it woman, que você admira e que nada tem a ver com a sua essência e realidade, é outra completamente diferente.

Fonte de Imagem: Empreendedorismo Rosa

Se você é uma mulher despojada, que ama usar jeans e camiseta ou geralmente usa estampas mais alegres como os florais, os listradros e o xadrez; gosta de cores fortes; usa sapatos sempre baixos, como sandálias de tiras mais largas, mocassins, sapatilhas e tênis (ou quando usa sapato alto sempre opta por saltos grossos); usa bijuterias simples (nada grande ou ostensivo); seu cabelo geralmente é preso, ou meio preso, como num rabo-de-cavalo, ou meio rabo; quase nunca tem nada de enfeitado, nem muito arrumado; não é muito adepta da maquiagem e quando a usa é algo muito leve e natural; prefere  tecidos de algodão e roupas que tenham elasticidade, como o jeans com lycra ou o linho, tricô, náilon, veludo cotelê e todos que tenham fibras naturais…Você provavelmente tem como estilo predominante o casual esportivo.

A mensagem não verbal que esse estilo comunica sobre você é: divertida, enérgica, descontraída, casual e despojada.

Pontos negativos:

As mulheres que possuem esse estilo predominante, geralmente,  têm dificuldade de projetar autoridade no ambiente de trabalho  podendo comunicar a imagem de uma pessoa desorganizada e sem compromisso por conta do despojamento do look.

Dica: Ao visitar uma empresa ou cliente avalie-se: qual o papel e ambiente que você vai representar? Esteja atenta a imagem que você precisa transmitir de acordo com a importância ou a característica do momento. Se este for o seu caso, você pode incorporar elementos dos outros estilos no seu look, minimizando assim o ar despojado que o estilo casual esportivo comunica, proporcionando equilíbrio e coerência na sua imagem pretendida.
Ex: Se o seu cliente é jovem, adicione elementos que transmitam modernidade e jovialidade no seu look. Se ele for mais conservador e formal, opte em ir  mais sóbria e elegante.

Assim você conseguirá criar rapport com seu cliente, ou seja, entrar em sintonia de uma maneira inconsciente criando harmonia e empatia deixando sempre as melhores impressões.
Se você não se identificou no estilo casual esportivo, aguarde os próximos posts.

Lorena Gurjão é proprietária da empresa Lorena Gurjão – coaching de imagem, com formação em personal e professional coach. Membro do ICF ( International Coaching Federation), membro da SBC (Sociedade Brasileira de Coaching), com  certificação internacional em coaching  pelo BCI – Behavioral Coaching institute e pelo ICC  – International coaching Council; especializada em coaching de imagem pela France image coaching e em imagem executiva e corporativa com Ilana Berenholc. Embaixadora no Brasil do projeto beleza responsável, que visa combater o  conceito irreal da beleza perfeita.

0 Comentário

  1. febe.phileoconsultoria@gmail.com'
    Febe Nazare 2 de outubro de 2013 14:18 Responder

    Muito bom!!Excelente conteúdo!
    É como já foi dito: “Quanto mais próxima a percepção é da forma como realmente somos, ou seja, da nossa identidade, mais poderosa é a nossa imagem!”
    Nossa sociedade está repleta de looks estilosos, mas falta e muito imagens poderosas, e isso por falta do auto conhecimento, por estilos personificados e por termos muitas imitações!!!
    “SE CONHECER! ASPECTO MAIS IMPORTANTE PARA SE TER UMA IMAGEM COERENTE. ”
    Abraços!

      • regina.bn@bol.com.br'
        Regina Brandão 3 de outubro de 2013 17:34 Responder

        Texto muito bom.
        Acredito que o melhor caminho a seguir é ter bom senso.
        Meu estilo é justamente o CASUAL ESPORTIVO. No meu caso, não enfrento nenhuma dificuldade com meus colaboradores em relação a autoridade e respeito.
        Contam muito a postura e o tom de voz, por exemplo. Acredito que coerência, ao vestir-se para trabalhar, é saber e aceitar quem você é(personalidade), respeitar seu biotipo e realidade financeira. E aliar essas informações ao perfil da empresa para qual você trabalha e produtos que você vende. E, realmente, blogs de moda e ser escrava das tendências da mesma, não são as melhores opções para ajudar alguém a construir uma boa imagem profissional.

      Deixe um Comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      *

      dezessete + oito =