Ciranda com pROSA na Semana Global de Empreendedorismo

Por Empreendedorismo Rosa

O Empreendedorismo Rosa uniu forças com mulheres de Curitiba e fará uma ação especial em celebração ao dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, celebrado no dia 19/11.  Esta será uma ação dentro da proposta da Semana Global do Empreendedorismo 2017.
 
A pROSA acontecerá no Hostel Roma, com a presença de 4 mulheres compartilhando suas histórias empreendedoras em 15 minutos, cada uma.
Depois abriremos a roda para que você interaja com elas através de perguntas que possam ajudá-la em seu fazer acontecer.
sge1
“A roda gira.
Gira a ciranda da vida!
Ciranda ROSA inspira e motiva a realizar!”
É o Empreendedorismo Rosa incentivando o empoderamento da mulher no Brasil!
Venha, venha com a gente rosear!

 

Leia Mais

Campanha quer aumentar número de mulheres empreendedoras no e-commerce

Por Empreendedorismo Rosa

O ecommerceCAMP, iniciativa para fomentar o empreendedorismo digital, lançou uma campanha dedicada a aumentar as empreendedoras de e-commerce. Criada uma área dentro da iniciativa ecommerceCAMP, a campanha é chamada ecommerceROSA. Trata-se de um espaço especializado para mulheres, com conhecimento, mentoria e suporte para tomada de decisões do digital.

Campanha quer aumentar número de mulheres empreendedoras no e-commerce

O objetivo é acelerar e-commerces ou ajudar empreendedoras a abrir um nova loja virtual. O lançamento acontece agora, no mês do Outubro Rosa e oferece às candidatas uma série de benefícios. A troca de conhecimentos entre empreendedoras, networking e apoio às decisões são destaque no o ecommerceROSA.

ecommerceCAMP-outubrorosa-ecommerceROSA-3

As interessadas podem se cadastrar pelo site www.ecommerceCAMP.com.br e receberão 50% de desconto na primeira mensalidade para entrarem para o ecommerceCAMP ainda neste mês.

Localizado em São Paulo em um dos principais centros de negócios da Capital, na R. Tabapuã, 601, Itaim Bibi, o ecommerceCAMP é o maior espaço dedicado a negócios digitais da América Latina.

A iniciativa do ecommerceCAMP tem como propósito fomentar empreendedorismo digital. O objetivo é reunir diferentes lojas virtuais no mesmo local para troca de experiências e conhecimento. Um local onde se “respira” o dia a dia dos negócios digitais.

Para viabilizar custos para pequenos e médios empreendedores e empreendedoras, o ecommerceCAMP trabalha junto a mais de 260 padrinhos. São mantenedores e apoiadores com o objetivo de subsidiar parte do custo do investimento.

Atualmente, o ecommerceCAMP conta com quase 50 embaixadores, especialistas do mercado que apoiam a iniciativa. O mercado de e-commerce está em crescimento exponencial. A iniciativa tem foco em pequenas e médias empresas (PMEs). Além disso, o e-commerce oferece dicas e realiza palestras com conteúdos relevantes.

Leia Mais

Fazendo as malas depois da formação acadêmica

Por Karina Leyser  e Lênia Luz

Imagine que há anos você se prepara para fazer aquela viagem que você sonha desde a sua adolescência.

Você estuda, planeja, economiza, faz a mala. Nela, você coloca tudo o que você tem à sua disposição e acha que vai precisar para aproveitar o máximo o tão desejado destino final.

Depois de meses de ansiedade, o grande dia finalmente chega e você sai da sua casa rumo ao aeroporto. Faz sua primeira conexão doméstica, e é aí que começam os obstáculos: o vôo cancela e você tem que ficar mais tempo que o planejado no aeroporto, e, por fim, o vôo aterrisa em outra cidade por questões meteorológicas e você tem que achar outro meio para chegar ao seu destino.

Nessa hora você avalia e percebe que o que trouxe na mala não será suficiente para a jornada, e uma bateria extra, dólares, uma jaqueta mais quente, ou um carregador pode fazer toda diferença para um trajeto mais agradável.

Programa

 

Será que podemos traçar um paralelo com a nossa vida profissional? Entramos nas universidades entusiasmadas com o sonho do destino final: sermos uma advogada de renome, uma arquiteta reconhecida, uma engenheira de sucesso, uma referência de publicitária e nos preparamos para isso com todo estudo e dedicação.

Porém, antes do destino final, precisaremos enfrentar a jornada do mercado corporativo, que muitas vezes se parece com uma selva com tantos obstáculos os quais as universidades não nos ensinam a vencer.

Mas, e se pudéssemos colocar na nossa mala um “kit básico de sobrevivência”, com ferramentas e técnicas que já se provaram necessárias no mercado corporativo? E, se, além disso, tivéssemos a confiança e o auto-conhecimento necessários para enfrentar o que for preciso para alcançar de fato nossos sonhos?

Essa é a proposta do programa de capacitação intraempreendedora, Gear Up Women, que tem por objetivo a preparação e orientação para entrada ao mercado corporativo, mesclando elementos comportamentais e técnicos/ferramentais, a fim de prover aos participantes melhores condições de superação profissional.

Quer saber mais? Venha participar com as idealizadoras do programa, Lênia Luz, fundadora do Empreendedorismo Rosa e Karina Leyser, gerente de projetos com mais de dez anos de experiência no Mercado Corporativo, de um bate-papo descontraído sobre os desafios do mercado corporativo e as ferramentas (técnicas e emocionais) que podemos adquirir para superá-los.

Inscreva-se gratuitamente aqui: https://www.sympla.com.br/programa-gear-up-women__213959

 

Leia Mais

VESTIDA PARA DECIDIR: O SEGREDO DA MARCA DUDALINA

Por Empreendedorismo Rosa

O lançamento do Grupo Mulheres do Brasil aconteceu em maio, na cidade de Curitiba foi um sucesso. A partir deste encontro ficou definido que o Núcleo de Expansão do Paraná que vem se reunindo para o planejamento de ações nas seguintes causas abaixo:

Causa Regionais Paraná:

Empreendedorismo : Líder Lênia Luz e Colíder Gina Paladino
80 em 8: Líder Regina Arns e Colíder Margaret Groff
Combate à Violência Contra a Mulher: Líder Sandra Lia Bazzo Barwinski e Colíder Camile Vieira da Costa
Educação : Líder Adrina Karan e Colíder Fabiana Campos
Políticas (PPP) : Líder Nilva Pasetto e Colíder Laurita Utrabo

Durante este período de trabalho abrimos novas causas como Igualdade Racial, Inserção de Refugiados, Saúde e Social

O Núcleo do Grupo Mulheres do Brasil, em Curitiba, realizará sua sexta reunião mensal, dia 20 de novembro, às 17h, no auditório Caio Amaral da FIEP – Federação das Indústrias do Paraná, gratuito e aberto a todas as mulheres da cidade e região.

a33f4ea6-d10e-404a-a370-6a378c8b3fc2

O evento trará e ex-presidente da Dudalina e atual vice presidente do Grupo Mulheres do Brasil, ao lado de Luiza Trajano, com o tema:“VESTIDA PARA DECIDIR: O SEGREDO DA MARCA DUDALINA”

O Núcleo do Grupo Mulheres do Brasil, em Curitiba, foi lançado em maio deste ano. “O movimento reúne mulheres de vários segmentos e classes sociais que têm, em comum, o propósito de serem protagonistas na construção de um país melhor. Durante os encontros, discutimos temas e propomos ações ligadas às áreas que elegemos prioritárias”, dizem Regina Arns e Margaret Groff, líderes do grupo em Curitiba.

Inscreva-se: https://www.sympla.com.br/vestida-para-decidir-o-segredo-da-marca-dudalina–grupo-mulheres-do-brasil—nucleo-parana-cwb__210478

Sobre o Grupo Mulheres do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil foi criado em outubro de 2013 por 40 mulheres executivas de diferentes setores. Sob a liderança da empresária Luiza Helena Trajano, presidente da organização, almeja ser o maior bloco de mobilização política apartidária do Brasil. Entre suas frentes de atuação estão educação, saúde, empreendedorismo feminino, combate à violência contra a mulher e igualdade racial.
Atualmente, o grupo contém mais de sete mil participantes no Brasil e no exterior, em países como Portugal e Holanda. Suas integrantes são mulheres de diferentes classes, origens e profissões, que lutam por um país mais justo e com igualdade de oportunidades para homens e mulheres.

Sexta  Reunião Mensal – Núcleo Grupo Mulheres do Brasil em Curitiba
Data: 20 de novembro, às 17h.
Local: Auditório Caio Amaral, na FIEP.
Av Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico – Curitiba/PR.
Entrada: Gratuita

 

 

Leia Mais

Conheça a única loja online multimarca no Brasil que atua exclusivamente no nicho das mulheres de pequenos pés

Por Empreendedorismo Rosa

Abrimos o mês de novembro com uma pROSA podeROSA com Tania Gomes, empreendedora e criadora do E-commerce 33e34  que recebe investimentos dos 4 principais investidores anjo do Brasil

Criada para atender o mercado de nicho, a 33e34 , da empreendedora Tania Gomes, nasceu da dificuldade de sua idealizadora, que calça 33, em encontrar um sapato para um evento de final de ano. Da frustração inicial, surgiu a ideia de solução do problema, uma loja online para atender apenas clientes que calcem 33 ou 34. Com pesquisas de mercado em mãos, Tania desenvolveu um “business plan”, encontrou investidores anjo e criou a marca, que hoje conta com e-commerce, loja física e marca própria.

“Após três rounds de investimentos, a 33e34 já teve R$ 1 milhão investidos na empresa. Os 0 principais investidores anjos do Brasil estão com a gente”, revela Gomes. Os nomes deles já são bem conhecidos do mundo das startups, são eles: João Kepler, Fábio Póvoa, Camila Farani e Marco Poli.

De lá para cá, as mulheres de pequenos pés deixaram de perder tempo e já não gastam mais solas de sapatos para localizar no comércio uma loja que atenda as suas necessidades.

Primeira e única loja online multimarca no Brasil, a 33e34 atua exclusivamente no nicho das mulheres de pequenos pés e tem um mercado potencial de 5 milhões de mulheres somente no Brasil.

A empresa que cresce em ritmo veloz iniciou suas atividades pelo e-commerce de multimarcas, investiu em sua marca própria para incrementar ainda mais o portfólio oferecido às clientes, mantém em seu cadastro de compras mais de 30 mil consumidoras.

“Como os varejistas de calçados privilegiam a compra de modelos de numeração 35 até 40, a entrada da 33e34 no segmento de nicho, chega para atender esta demanda reprimida, onde as clientes compram sem frustração e podem escolher como querem comprar, se via e-commerce ou na loja física, e recebem os produtos selecionados em seu endereço de preferência”, explica Gomes.

“Montamos um negócio que auxilia no fortalecimento da autoestima da mulher. É triste precisar comprar algo e não conseguir, mas isso já são águas passadas, entramos com tudo para movimentar ainda mais o mercado da paixão nacional entre a maioria das mulheres, os sapatos”, comemora Tania.

Confira abaixo a entrevista com a podeROSA , Tania Gomes.

TANIA_GOMES-41_WEB

ER: Quando você estava no começo da sua carreira empreendedora, já imaginava quem viria a ser?
De fato, eu lutei muito contra a possibilidade de ser empreendedora. Meus pais sempre foram inventivos, corajosos e muito empreendedores. Cresci vendo os dois criarem novos negócios. Quando adulta, minha primeira escolha foi por uma carreira extremamente tradicional. Fiz magistério no tradicional Instituto de Educação do Paraná, do lado da Boca Maldita. Ao terminar o curso, passei em dois concursos públicos e fui professora por quase um ano. Acontece que não era o que eu amava fazer. Mas acredito que quando você cresce num ambiente empreendedor, cedo ou tarde você se sente compelida a fazer algo novo e diferente. Pra mim foi só uma questão de maturidade emocional até resgatar minha coragem de deixar a carteira assinada de lado e sair da minha zona de conforto.

ER: Você teve uma mulher na família que empreendeu e foi fonte de sua inspiração? Se sim, o que te ensinou sobre uma boa administração? Se não, teve alguma outra mulher que a inspirou no mundo dos negócios?
Minha mãe, que partiu no último natal, é e sempre será meu maior exemplo de empreendedora. Ela não me ensinou apenas sobre administração, mas a capacidade dela de estreitar relacionamentos com suas clientes, de prestar sempre um serviço de excelência, a ética inabalável dela são, certamente, responsáveis pela mulher e pela empreendedora que me tornei.

ER: Quando não está empreendendo o que gosta de fazer?
Estou escrevendo algumas coisas. Além disso, sou corredora amadora e estou me dedicando a um treino mais intenso. Também leio muito. Mas o que tem consumido maior energia são os eventos dos quais tenho participado. Reconheço a importância deles, porque é preciso desmistificar o empreendedorismo e só se consegue isso contando nossa história sem falso glamour.

ER. Quem é seu mentor profissional mais importante?
Tenho alguns mentores muito importantes na minha vida, mas eles entram e saem de cena de acordo com os momentos que estou vivendo, então seria injusto indicar um único.

ER. E você, já foi mentora de alguém?
Sim. Tenho alguns mentorados que me enchem de orgulho.

ER. De toda sua caminhada empreendedora, qual foi seu maior desafio até aqui?                                                                                              Os desafios são uma constante quando se empreende. Mas o início da 33e34 foi muito desafiador. Convencer a indústria a nos vender somente 33e34, convencer os investidores de que a ideia poderia dar certo, foram grandes desafios.

ER. Qual o seu maior acerto e o seu maior erro como empreendedora?                                                                                                                             Meu maior acerto foi acreditar que um nicho, nunca antes atendido, poderia se transformar num mercado potencialmente grande. Por acreditar nisso antes de todo mundo, consegui, com apoio de sócios e investidores criar uma marca que é referência nacional. Meu maior erro foi acreditar que fornecedores de serviços que atuam com grandes empresas poderiam ser bons parceiros. Gastei muito dinheiro até perceber que esses parceiros não entendiam meu público ou meu negócio.

ER. Que música traduz você como pessoa ?
Sou muito eclética quando o assunto é música, viu? E como sou essa mistura de vários humores, experiências e expectativas, não consigo me traduzir numa única. Acho a Beyoncé incrível, com suas letras empoderadoras. Flawless é uma música que sempre ouço quando quero um pouco mais de coragem. Tem também muitas músicas da Pink, como uma parte da letra da música U + U hand. Ela basicamente me lembra que posso fazer minhas escolhas pessoais pensando em mim: “I’m not here for your entertainment .You don’t really want to mess with me tonight.”Numa tradução livre seria algo como:“Eu não estou aqui pra sua diversão. Você realmente não vai querer confusão comigo essa noite.”

ER. Se pudesse escolher uma dica para deixar as leitoras do Empreendedorismo Rosa, qual seria? Sejam ela empreendedora ou intraempreendedoras que nos acompanha.
Eu tenho aprendido muito nos últimos dois anos a frente da 33e34. Mas a principal lição que eu me obrigo a relembrar todos os dias é que preciso ser tão bondosa comigo como tento ser com os outros. Algumas vezes (e isso independe da sua carreira), você se cobra uma perfeição desumana. Então sempre me pergunto: se uma amiga me contasse meu erro como sendo dela, eu seria tão crítica? Auto crítica é bom. Mas precisa vir junto com uma boa dose de amor próprio.

Que conhecer mais desta marca que empodera mulheres? Acesse: www.33e34.com.br

Gratidão, Tania Gomes, por nos inspirar!

Leia Mais

Empreender e correr, tudo a ver!

Por Lênia Luz

E novembro chegou e com ele chega também a Semana Global de EmpreendedorismoUma semana criada em 2007 pelo ex-primeiro ministro britânico Gordon Brown e pelo presidente da Kauffman Foundation na época, Carl Schramm, com o objetivo de fortalecer e disseminar a cultura empreendedora conectando, capacitando e inspirando as pessoas a empreender.

E é sobre este tema, Empreendedorismo, que abro o mês, compartilhando sobre o título deste post. Há uma semana me desafiei (assim como quando a gente começa a empreender) a fazer algo diferente e que me desse algum prazer, pelo resultado que busco. Busquei um grupo feminino de corrida para iniciar uma nova etapa de atividades físicas na minha ociosa vida no quesito cuidados com meu bem estar. Quem acompanha o Empreendedorismo Rosa sabe que atividade física não é minha praia, mas que este ano me encontrei no Arco e Flecha (acesse AQUI para saber mais). Porém, ele tem me dado um resultado mais na ordem de organização emocional do que no condicionamento físico, inclusive por me sentir sem este condicionamento que busquei o Grupo Corre Guria.

Além do encontro semanal que temos, tenho que seguir um cronograma de atividades semanais para chegar ao resultado que me propus. Só que durante a semana sou eu e eu; e confesso, esta primeira semana foi tensa. Para uma pessoa que está sem condicionamento algum, realizar qualquer atividade física é um sufoco, mas estou ciente que se eu não seguir o “planejamento” não obterei sucesso. Após cada treino realizado, dou um feedback à minha personal/mestra da corrida, Micheli Baptistim. Ela me orienta para a próxima atividade e me motiva a não desistir.

Pois bem, no terceiro treino da semana, eu já menos dolorida, porém ainda falando para minha mente e corpo que não adiantavam reclamar, pois a decisão já estava tomada, fiquei o tempo todo brigando entre o parar e o seguir. Ouvindo PINK  cantar: “We came here to run it, run it, run it, we came here to run it, run it, run it”  me veio a vida empreendedora em cena.

Fonte da Imagem: https://www.facebook.com/correguriaaa

Fonte da Imagem: https://www.facebook.com/correguriaaa

Quantas pessoas começam seu empreender por uma necessidade e não por uma oportunidade? E quantos começam por uma oportunidade e desenvolvem suas habilidades por uma necessidade? A cada volta que dava em meu percurso, lembrava de meu empreender diário. Tão cheio de tomadas de decisões, desconfortos, mudanças, insistência, persistência, apoio de outros para não desistir ou para continuar dando certo e dos meus poderosos 4 Fs ( foco , força, fé e foda-se).  Deparei-me com a realização que tenho com com minhas conquistas, ainda que por vezes pequenas aos olhos dos outros, mas gigantes para mim.

Correr e empreender seguem no mesmo ritmo para mim, uma dica de cada vez, um passo de cada vez, um tempo de cada vez, mas com um único propósito: conquistar meus objetivos e ser inspiração para os que me observarem ou juntos vierem comigo.

O fato é que não há caminho fácil para empreender, mas sim um caminho possível. Assim como na corrida!

Em tempo: Dia 19 de novembro celebramos o dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. E nós, do Empreendedorismo Rosa, faremos uma ação especial no dia 28/11 no Hostel Roma. Serão 4 pROSAS inspiradoras de mulheres que, como eu, como você, estão em uma corrida empreendedora em busca de suas conquistas.

Inscreva-se: https://www.sympla.com.br/happy-com-prosa-especial—dia-mundial-do-empreendedorismo-feminino__208297

 

Leia Mais