Minha história Empreendedora – Gaiola de Ouro

Por Tati Girardi

Vazio no peito era o que eu descrevia para a minha psicóloga ao falar sobre o meu sentimento  em relação a minha profissão e ao meu trabalho há dez anos atrás.

Apesar de gostar muito do que fazia, havia uma inquietação do meu ser e muitos questionamentos povoavam a minha cabeça: “Será que é isso mesmo que eu nasci para fazer? Será que eu sei apenas fazer isso? É isso realmente o que quero para a minha vida?”

E de “serás” vivi por um bom tempo,  até que resolvi me conhecer profundamente e escolhi a terapia para me ajudar. Durante o processo terapêutico, consegui responder aos serás que me assombravam e com muito trabalho interno, descobri que o que sanaria e resolveria aquele sentimento de vazio no peito seria um trabalho/profissão que pudesse, de alguma forma, ajudar pessoas e principalmente mudar a realidade de alguém.

Fonte da imagem: Priscila Tescaro Consultoria em Comunicação

 

(mais…)

Leia Mais

A grande transição

Por Julio Lussari

Parte 2:

Continuando a reflexão sobre a grande transição de carreira para o empreendedorismo (se não leu a primeira parte, clique AQUI):

5) Rascunhe uma ideia – costumo dizer em minhas palestras que as pessoas não planejam fracassar, elas fracassam por não planejar. Aprenda a organizar suas ideias de forma rápida e prática com o Canvas (falarei sobre ele em posts futuros).

6) Converse com as pessoas – fale de sua ideia para potenciais clientes. Assista o vídeo do Simon Sinek no TED e aprenda como formular uma mensagem inspiradora, clara e bem definida. Colete os feedbacks, mas não se abale com os negativos de plantão. Lembre-se: empreender é algo para poucos, a maioria tem medo de sair da zona de conforto.

Faça pequenos ajustes no planejamento ou mude completamente a ideia depois do feedback, o importante é ter esse contato com o mercado para ver a aceitação.

Fonte: Google

(mais…)

Leia Mais