Sou empreendedora?

Por Vanessa Santa Helena

Por onde ando e com muitos com quem eu falo a reclamação parece se repetir, insatisfação profissional, estresse, falta de tempo e vontade de mudar de vida para ter mais vida! Porém, o medo assola a maioria e a mudança acaba sendo adiada.

Muitos me questionam sobre características empreendedoras, e é sobre isso que vou falar aqui.

Na minha opinião, não há uma fórmula ou características empreendedoras que irão dizer se você pode ou não empreender. Mas pode ser que haja uma inquietação, e essa inquietação, no meu ponto de vista é decisiva.

Vanessa

Fonte da imagem: Estúdio Trevisart

 

Eu sempre fui inquieta e inconformada, nunca estava plenamente satisfeita com a política das empresas, sempre queria mudar algum detalhe ali ou aqui nos processos. Sempre enxerguei pontos a aprimorar e ia para casa pensando em como fazer melhor. Vestia a “camisa” da empresa, lutava arduamente por ela, passava noites mal dormidas e buscava melhores soluções, até que ia cansando e regularmente decidia partir para outro desafio.

Notei que todos os empregos me inquietavam… e que eu sempre queria tentar fazer do meu jeito, e assim identifiquei em mim a inquietação empreendedora, a necessidade de usar a minha vontade de fazer acontecer nos projetos em que eu acredito.

Diante disso, é preciso parar e pensar sobre o que realmente incomoda você, observe quais os motivos que trazem insatisfações no âmbito profissional, talvez seja somente o ambiente de trabalho ou o ramo que está inserida. O importante mesmo é o autoconhecimento.

Decidiu empreender? Então pense: quais itens são indispensáveis em seu empreendimento? Se for ter tempo, não abra um loja no shopping, se gosta de pesquisar fornecedores, negociar preços e pensar estratégias de venda, uma franquia pode ser engessada e uma infeliz escolha, os foodtrucks estão na moda, mas você não gosta de cozinhar? Então, não faça isso!

Imagine sua rotina, sinta-se empreendendo. Em qual ambiente quer estar? Como quer estar se sentindo?

Vamos pensar nisso?

Quer me contar sua experiência? Me mande um e-mail (vanessa@vivasocial.com.br)!

Abraços!

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

oito − 4 =