Criatividade na prática: use e abuse da SUA

Por Empreendedorismo Rosa

Quando se fala em criatividade, tende-se a pensar que uma pessoa criativa é um artista, um músico, um ator, um inventor. Isso na verdade é um preconceito.

Todas as pessoas são criativas! É uma habilidade humana que pode estar mais ou menos desenvolvida. Existem técnicas para despertar a nossa criatividade e fazê-la florescer.

Elizabeth Gilbert, por exemplo, autora de diversos livros (dentre eles, Comer, Rezar, Amar) relata que, de vez em quando, também precisa estimular sua criatividade. E para ela funciona tomar um banho demorado, organizar seu espaço de trabalho deixando-o limpo e aconchegante e acender uma vela perfumada.

É preciso reconhecer e valorizar o seu Eu Criativo.

Se você quer saber mais sobre técnicas para estimular a criatividade, não perca esta pROSA com Babi Stainsack da Mel e Limonada, no evento Eu Feliz – 2º Edição.

Inscreva-se: https://www.sympla.com.br/eu-feliz—2a-edicao__182875  e vem ser FELIZ com a gente!

Fonte da Imagem: Paula Soares

Fonte da Imagem: Paula Soares

Leia Mais

4 f’s para o empreender na vida e nos negócios

Por Lênia Luz

Para cada área dos negócios, usamos diferentes letras do alfabeto para nos direcionar: temos os quatro “Ps” do Marketing, os cinco “S” da qualidade, e assim por diante. Com tantas letras nos orientando, estive pensando em quais seriam as letras do empreender na vida e nos negócios. Baseada em uma mensagem que corre no Facebook, elenquei três “Fs”: foco, força e fé e adicionei um quarto F. Não sei dizer qual seria a ordem correta, mas como um “F” está interligado ao outro, o mais importante é que façamos uso de todos.

7570e47a-14f4-4253-b68f-380d567f050e

Foco – Sem foco não há empreendimento que dê certo. No Congresso Global de Empreendedorismo, em 2013, no Rio, ouvi do empresário Luciano Huck: “Tenha foco. Uma cabeça cheia de ideias e sem foco não vale nada.” Bingo! Nós, temos uma cabeça repleta de ideias, mil estratégias, criatividade sem fim. Além disso, existe uma cobrança para que sejamos inovadores o tempo todo. Mas, se não focarmos no real sentido da nossa empresa;carreira/vida, ficaremos perdidos nas ideias e não realizaremos as ações que são importantes. Focar é preciso: só assim nos desenvolveremos e cresceremos ordenadamente, sem perder o impacto que queremos causar.

Força – Força física, força emocional e força intelectual – todas são de vital importância. Costumo dizer que matamos mais de um leão por dia. Portanto, se essa tríade da força não estiver alinhada, fraquejaremos e corremos sérios riscos de ruptura. Se ficarmos doentes e ausentes, quem dará continuidade às nossas ações? Mesmo que a equipe seja comprometida, nossa falta pode desencadear uma série de consequências para a saúde do negócio, carreira e de nossa família.

“A fé remove montanhas”, diz um antigo ditado popular. Sim, remove tanto as montanhas internas que criamos quanto as externas que enfrentamos. A fé, aqui, não está necessariamente relacionada à religião, mas ao mundo da reflexão. Muitas vezes descansamos pouco e portanto não temos tempo de parar e refletir sobre como está a fé em nós mesmos, em nossa equipe e em nosso empreendimento/carreira. Pare e medite ao menos cinco minutos por dia. Religue-se com o divino que está dentro de você.

Foda-se – Você já leu o livro “A mágica transformadora do f*” ? da Sarah Knight. A autora percebeu que poderia parar de se importar tanto com algumas coisas, como compromissos desnecessários, dramas familiares e a tão temida opinião alheia, simplesmente acionando a palavrinha mágica: foda-se. E resolveu colocar todo o seu aprendizado no livro, que ensina o passo a passo para não desperdiçar tempo, energia e dinheiro com coisas que não melhoram em nada a vida pessoal. Eu uso este F tem muito tempo, mas o livro me ajudou a confirmar que muitas vezes basta ativar esta última tecla, e partir para ser feliz. Em agosto por conta de meu editorial, esta foi a tecla que acionei para alguns comentários de plantão. Perdeu o post?  Clique AQUI e entenderá.

Difícil? Ah, mas quem disse que empreender na vida e nos negócios é Fácil? Ops, olhem outro “F” aparecendo aí! Mas esse a gente já conhece bem e é ele que nos motiva a fazer mais e melhor. Não é mesmo?

Abraço de 4Fs

Lênia Luz

Fundadora do Empreendedorismo Rosa

Leia Mais

Desenvolva um olhar observador sobre as tendências do mercado

Por Empreendedorismo Rosa
O que estamos fazendo? O que acontece agora? O mundo vai continuar mudando nessa velocidade?
Perceber determinados movimentos sociais e entender por que eles acontecem de tal forma é o pontapé inicial para desenvolver um olhar mais analítico e investigativo sobre o futuro. Observando os padrões comportamentais, aguça-se o olhar para os sinais das próximas tendências.

 

Fonte da Imagem: Empreendedorismo Rosa

Fonte da Imagem: Empreendedorismo Rosa

Na próxima semana teremos o WORKSHOP: OBSERVATÓRIO DE TENDÊNCIAS

Participando deste workshop, você aprenderá a desenvolver o olhar observador e a identificar para quais macrotendências os sinais apontam. Além disso, irá aumentar a compreensão dos comportamentos sociais e emocionais e aprenderá a interpretar alguns dos diferentes cenários e momentos vivenciados no mundo.

A QUEM SE DESTINA:

Este workshop foi elaborado para as pessoas que querem desenvolver uma melhor compreensão dos padrões e comportamentos sociais como sinais que levam às tendências de mercado e àqueles que desejam materializar tais percepções em seu trabalho ou modelo de negócio.

O Observatório de Tendências baseia-se nos principais conceitos e teorias atuais referentes ao estudo das Tendências.

QUANDO:
Dias 21, 23 e 25 de Agosto | Das 19h às 22h.
Onde: Empreendedorismo Rosa | Rua: 7 de abril, 1181 – Curitiba.
Inscreva-se AQUI

FACILITADORAS:

Babi Stainsack: Empreendedora, formada em Gestão da Informação pela UFPR, pós-graduada nas áreas de Tecnologia de Software e Desenvolvimento Gerencial. Como está sempre em busca de novas tendências, resolveu se reinventar e agora também é formada em Design de Interiores.

Com esta formação multidisciplinar e experiências de trabalho sempre voltadas à estruturação de novos negócios, deseja dividir com mais pessoas o que aprendeu, porque acredita que tirar o véu do mistério e passar a perceber para onde o mundo anda pode mudar a forma como fazemos nossas escolhas e o planejamento de nossas vidas e de nossos trabalhos.

Juliana Camargo: Empreendedora, Consultora, Publicitária e Especialista em Marketing. Possui vivência de mais de 10 anos nas áreas de Marketing e Comunicação. Além de aprimorar seus conhecimentos profissionais, dedica-se a assuntos como autoconhecimento, tendências, branding, comunicação, marketing digital, empreendedorismo, liderança e empoderamento feminino.

Sobre a ENTONCES:

Criada por Babi e Juliana, a Entonces vem alimentar os debates sobre Tendências de Consumo, Design, Comunicação, Negócios, Inovação e Criatividade, através de Consultoria e Treinamentos.

Puxe sua cadeira e faça parte dessa conversa!

Queremos muito que você tenha um olhar observador para as Tendências!

Leia Mais

Empoderamento através da mentoria

Por Empreendedorismo Rosa

O  mentoring,  vem sendo aplicado como estratégia de fortalecimento da liderança feminina nos negócios. Para quem não está familiarizado com a expressão, trata-se de uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional, realizada com a ajuda de um mentor ou mentora, para compartilhamento de conhecimento.

Como o próprio nome diz, ele atua como alicerce do profissional e será uma espécie de referência no qual o profissional poderá se espelhar e visualizar seu crescimento em carreira profissional, seja empreendendo ou intraempreendendo.13319901_1192168040823374_2540485363576862211_n

Aqui no Empreendedorismo Rosa, temos um programa de mentoria que tem causado um processo de grande mudança, crescimento e empoderamento na vida de muitas mulheres.

Em agosto retomamos com nossa Mentoria em Grupo.  Serão 6 encontros, 1 a cada semana e nele trabalharemos PILARES de empoderamento e empreendedorismo desenvolvidos pela fundadora do Empreendedorismo Rosa, Lênia Luz. Temas como liderança, planejamento, comunicação e singularidade são tópicos que serão desenvolvidos neste processo. Vagas limitadas a 6 pessoas por grupo.

Datas dos encontros:   

  • Grupo 1: 21/08 , 28/08 , 04/09 , 11/09, 18/09, 23/09 ( única 4a feira) das 9h às 11h – segundas-feiras .
  • Grupo 2: 22/08 , 29/08, 05/09,12/09,19/09,26/09 das 14h às 17h – terças -feiras .

As inscrições estão abertas, entre em contato através do email: contato@empreendedorismorosa.com.br

Esperamos por você!

Leia Mais

Criatividade não se resume a arte, ela está no nosso dia a dia.

Por Taty Verri 

Criatividade! Oh coisa boa de praticar, sair do seu quadrado, perceber o mundo a sua volta e assim se tornar mais criativo. Há quem pense que não é criativo, negativo, todo mundo é minimamente criativo. Criatividade não se resume a arte, ela está no nosso dia a dia.

A criatividade é um conjunto de ideias e conceitos, são junções que se transformam para gerar algo novo. Nós usamos nossa criatividade em tudo, desde escolher o look do dia até compor uma música. Quem nunca teve que pensar numa rota para sair do trânsito ou teve que descobrir um jeito de conciliar a agenda? Viu, até nas coisas mais simples, nós usamos a criatividade. Por isso, todas nós somos criativas sim!

Fonte da Imagem: Trevisart

Fonte da Imagem: Trevisart

Percepção + vivência + possibilidades = criatividade ativada. Esses são os passos da criatividade, primeiro temos uma percepção da situação, em seguida buscamos em nossas experiências algo parecido para analisar alguma solução passada, depois avaliamos nossas possibilidades, ou seja, imaginamos algumas chances de funcionar ou não cada possibilidade que temos e pensamos no resultado, é nesse momento que “criamos” a solução.

Nos forçamos mais a sermos criativas quando temos alguma necessidade, temos um impulso positivo que nos faz criar quando precisamos resolver algo. Por outro lado, as críticas, sejam de terceiros ou a autocrítica, nos desencorajam a criar.

O potencial criativo é desenvolvido ainda na infância. Vamos lá, uma criança percebe que as cadeiras servem para que elas fiquem “mais altas”, afinal colocamos elas nas cadeiras para que possam alcançar as mesas, logo, toda vez que algo estiver mais alto elas vão subir em uma cadeira para alcançar, em seguida vão perceber que qualquer coisa pode servir de degrau e por aí vai. Ela percebeu, ela viveu, ela viu possibilidades e assim ela criou um novo modo de conseguir o que quer. Mas, se um adulto a desencoraja o tempo todo a buscar soluções sozinha, ela acaba inibindo sua criatividade.

É possível desenvolver a criatividade de uma pessoa? Com toda certeza, como já dizia Walt Disney “criatividade é como ginástica: quanto mais se exercita mais forte fica”. Se criatividade vem das nossas experiências e percepções então vamos buscar essas vivências, viaje, converse, conheça outras culturas, assista filmes, leia, saia do seu quadrado e busque conhecimento, se permita, temos um universo de possibilidades para ganhar o que os publicitários chamam de “repertório”.

Leia Mais

Campus São Paulo Google Space- você sabe o que é?

Por Graziela Mascarello Boff

Sabe quando você chega em São Paulo e tem uma manhã toda livre? Não da para ficar parada em uma cidade com tanta informação de ponta, foi buscando novidades que descobri o  um espaço destinado as startups e a comunidade empreendedora, são 6 andares com salas de reunião, salas de eventos, café e coworking.

O melhor de tudo, é que nós podemos usufruir do espaço destinado ao coworking SEM CUSTO algum! Eles ficam nos andares 5 e 6, e para isso basta inscrever-se e tornar-se um membro.

Então vamos entender melhor como funciona ?

campus-sao-paulo-google-space4

Essa é a fachada do prédio, fica próximo a Av. Paulista, e a curiosidade é que está escrito Campus São Paulo também em código binário ( é aquele monte de bolinhas pretas).

campus-sao-paulo-google

Na escada que liga o 5 e o 6 andar(onde fica o café e temos acesso também), tem cabos de aço com prendedores de roupa onde todos deixam seus cartões, por isso, quando você for até o Campus, lembre de levar alguns prendedores e cartões, claro.

campus-sao-paulo-google-space1
O café é delicioso e tem saladinhas além de salgados, você faz seu pedido e senta onde quiser entre esses dois andares, inclusive na área externa.

No Auditório acontecem palestras gratuitas, basta inscrever-se com antecedência no site. Para quem quer realizar um evento no local, pode desde que relevantes para o público empreendedor, que seja aprovado pelos organizadores, e no mesmo sistema de compartilhamento, sem custo para ambos.

campus-são-palo
No espaço do silêncio há vacas amarelas e panelas no teto para lembrar uma certa musiquinha infantil, “Vaca amarela… na panela, quem falar primeiro… ” Muito a cara do Google.

campus-sao-paulo-google-space3

Essas cabines ficam ao lado da sala do silêncio e são usadas para quem precisa falar ao telefone, ou fazer uma reunião por skype, sem atrapalhar os colegas e sem se expor. O uso é por tempo limitado, é proibido ficar trabalhando lá de dentro.

campus-sao-paulo-google-space6

Ao lado da área de silêncio, tem uma área que é ainda mais a cara do Google, um espaço para descontração, com jogos e até colchões.

Então, se você está indo para São Paulo e quer respirar esse ar moderninho, e colocar o pé nesse mundo novo de comunidade, onde a mentalidade é compartilhar para multiplicar. Faça sua inscrição no site, pegue seu crachá no local, e depois me conta como foi.

Acesse https://www.campus.co/sao-paulo/pt/sign-up e aproveite para fazer novas amizades.

Gostou da dica de nossa colunista, Graziella? Pois ela trará em nosso Café com pROSA de Junho, dicas preciosas para quem empreende ou quer empreender com E-commerce.

Inscreva-se e faça acontecer com a gente: https://www.sympla.com.br/cafe-com-prosa-5-erros-e-acertos-empreendendo-com-e-commerce__149468

 

Leia Mais